Por que sua imobiliária deve apostar em empreendimentos sustentáveis?

Por Maria Luiza Salvadori de Carvalho Wolk

 

60923930

Missão das principais metrópoles mundiais é conciliar o desenvolvimento urbano, conservar o meio ambiente e garantir melhor qualidade de vida para a sua população.

Não se pode contestar que a construção civil é responsável por imensos volumes de resíduos e descartes de muitos materiais poluentes para o planeta e tóxicos para a saúde humana. Para não assumir o rótulo de vilão contra a natureza, a busca por empreendimentos imobiliários sustentáveis e ações que impactam de forma menos nociva o meio ambiente são alvos de pesquisas e recebem apoio de empresas do setor privado e instituições acadêmicas do setor.

Mudanças já são vistas há um bom tempo, já que o meio ambiente é alvo de atenções. O que antes eram apenas iniciativas, hoje é uma necessidade e item decisivo para a compra de um imóvel. Técnicas que visam à conservação dos recursos naturais são referência e, por serem ecologicamente corretas, em pouco tempo, viram responsáveis pelo sucesso de vendas.

É visível o número de construtoras e incorporadoras comprometidas com a tendência de eco construções. Diferenciais como o aproveitamento da água da chuva e seu reuso, a disposição da construção que privilegia o aproveitamento da luz solar, iluminação e ventilação diminuem consideravelmente a presença de energia elétrica.

O maior desafio é aliar um projeto ecologicamente correto, economicamente viável e aceito culturalmente. Condomínios preparados para a coleta seletiva do lixo garantem que cada morador também contribua de maneira responsável e eficaz para a saúde do planeta. Existem também novas opções de geração de energia elétrica com modernas tecnologias que diminuem o consumo causando menos impacto ambiental.

Bem, obras sustentáveis já se veem em todo o país e os bons resultados são copiados. Os desafios giram em torno de suprir a demanda por moradias nas grandes cidades, pensar na infraestrutura e abastecimento e garantir ao morador e as futuras gerações com qualidade de vida.

Construtoras e incorporadoras contam com apoios bancários que oferecem linhas de crédito especiais para essas iniciativas “amigas do planeta”. Assim, associam a própria imagem a empresas preocupadas com valores ecoambientais apoiando projetos que incentivam e promovem a sustentabilidade em todas as regiões do país.

Desse modo, o que parecia apenas um discurso panfletário é hoje compromisso das empresas sérias, sólidas e preocupações e, além de serem politicamente corretas, agem desse modo porque são moralmente engajadas em valores cidadãos!

Sucesso em suas vendas de empreendimentos considerados “verdes”.

 

Texto: Maria Luiza Salvadori de Carvalho Wolk

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *