Dia da Consciência Negra: é preciso tocar no assunto

Estudo publicado pelo IBGE mostra que, nos últimos 10 anos, quase triplicou o percentual de negros e negras no Ensino Superior. Assim é inaceitável o argumento de que não há negros em posições de lideranças nas empresas por falta de escolaridade.

Que o racismo velado não se perpetue. Que se avaliem as qualidades humanas para além da raça, gênero e outros rótulos. Que o nosso país “misturado” seja motivo para oportunizar pontes e não muros. Que as empresas desenvolvam e incorporem práticas de políticas de diversidade. Assim, todos saem ganhando.

É o que queremos, é o que desejamos: um ambiente empresarial e organizacional mais democrático, com respeito efetivo aos direitos humanos.

Hoje, 22 de novembro, aqui na Union, teremos um dia diferente. Um momento de integração e sensibilização sobre o significado da data do último domingo, Dia da Consciência Negra. Haverá um lanche simbólico para os colaboradores com quitutes típicos da cultura afrodescendente. Além disso, cada funcionário receberá uma abayomi, boneca de raízes africanas, como um pequeno mimo simbólico. Que a história dessas bonecas, que foram criadas pelas africanas em plena travessia dos navios negreiros, criadas para acalento das dores e sofrimentos dos seus filhos, traga doçura e reflexão para a data. Cada abayomi, cujo significado é “encontro precioso”, é um exemplo de resistência, tradição e poder feminino.

Esse poder de resiliência nos torna melhores e reconhecer a cultura africana como um dos pilares da construção da nossa identidade cultural brasileira é um grande passo para a quebra de preconceitos velados e muitas vezes enraizados e disfarçados.

Hoje tem guloseimas, tem alegria e também tem aprendizado e muito respeito.

Dia da Consciência Negra: mais uma data de extrema importância da qual a Union Softwares não pode fechar os olhos.

 

abayomi_vers2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *