9 detalhes que ninguém te contou de como fica o mercado imobiliário nesta fase da pandemia

Enfim, amigos corretores e corretoras de imóveis, a gente que lute, enfrentando tudo o que ainda vem por aí, concordam?

Estamos no início da vacinação, surgem motivos reais que nos fazem esperançar novamente.

Mas este artigo de hoje é para mostrar alguns detalhes que devem pautar nosso trabalho neste momento de transição. 

Desde que houve o decreto da pandemia em março pela OMS, todo os setores econômicos formam atingidos pelos seus impactos. 

Depois de anos de dificuldades, 2019 significou um grande avanço, com um crescimento no setor de mais de 10%. Isso nos fez acreditar nos bons rumos da economia com promessas de aquecimento e 2020 nos deu aquele baile!!!

Elenquei aqui 9 considerações a respeito do mercado para que planejemos nossas ações diante do cenário que estamos enfrentando. Com base no conhecimento, podemos criar estratégias de reação e identificar vantagens e oportunidades, vamos lá?

  1. 2020 foi um hiato irrecuperável

O que passou, passou! O importante é reconhecer que houve um reaquecimento e agora com a vacina, os cidadãos voltam a planejar seus projetos, sobretudo o da compra da casa própria. As timelines do meu e do seu Facebook ou Instagram já estão repletas de conhecidos e pessoas bem próximas que já foram vacinados e, em breve, a pandemia estará sob controle ou desaceleração. 

  1. Vendas On-line

Agora sim, depois de falarmos vigorosamente no blog e muitos especialistas reforçarem o mesmo, o marketing digital transforma negócios. As pessoas já estão habituadas a buscarem imóveis pela internet e hoje, como nunca, primam por uma experiência absoluta. A pandemia fez enxergar que é possível visitar imóveis virtualmente, conhecê-los, conversar com corretores, visualizar detalhes e, principalmente, selecionar o que é realmente se quer. 

  1. Trabalho remoto

Grandes empresas já anunciaram a continuidade do trabalho remoto. Se o home office precisava de um empurrãozinho para ser real, finalmente com a pandemia, ele se estabeleceu.

Ferramentas de tecnologia estão afiadas para gerenciar equipes a distância sem que haja perda na qualidade de rendimento. Os benefícios dessa modalidade de trabalho são visíveis, sobretudo quanto à qualidade de vida.

Isso significa a “morte” do trabalho presencial? De forma alguma, o escritório continua sendo um espaço para reuniões com número menor de pessoas e um polo acolhedor para a empresa.

  1. Casas mais amplas e confortáveis 

Se antigamente nossos lares eram vistos como um apoio para dormir, sem a necessidade de espaços que contemplassem o lazer, com a pandemia a procura por imóveis maiores cresceu. Hoje é necessário estudar, trabalhar, cozinhar e fazer outras atividades em casa. Por isso o comportamento na busca de imóveis também se alterou. Qualidade de vida que chama, né?

  1. Aceleração da economia de imóveis universitários

Várias universidades já estão com agenda de retorno presencial, o que volta a movimentar as cidades universitárias e imóveis para esse público. Esse efeito também gera toda uma economia circular com o retorno dos universitários aos campus.

  1. Programas com cara nova

Soma-se às boas taxas para financiamento, o anúncio de novos programas para a aquisição de imóveis populares. O “Casa Verde e Amarela” é o novo programa do governo que vem em substituição ao já conhecido Minha Casa, Minha Vida”. São mais de 350 mil imóveis a serem ofertados nesse modelo.

  1. Empatia no Atendimento Humanizado

A humanidade percebeu que todo o planeta está no mesmo barco e que a palavra estabilidade deu um “olé” em todo o mundo. Gigantes da economia física ou da internet desmoronaram com a pandemia, portanto é fundamental se reinventar e enxergar o outro com olhos mais gentis e amáveis. No nosso setor isso significa ter maior sensibilidade, afinal lidamos com montantes que significam uma economia de toda uma vida.

  1. Aumentar a sua gama de serviços

A diferenciação é a palavra de ordem e na configuração desse novo mundo é fundamental. Serviços que tornam a experiência do cliente mais confortável, completa e plena; tendem a fidelizá-lo mais junto a sua marca. Detalhes, num momento de isolamento, são determinantes para o cliente escolher você. CRM integrado a contratos, envio de documentação on-line e assinaturas digitais, tornam o processo mais dinâmico para a imobiliária e confortável para os clientes.

  1. Aprender experiências com os pares

Isolar-se no próprio negócio já super fora de moda, vamos combinar. Nunca se falou tanto em troca, em networking, em partilhar experiências para crescer. Já vimos isso acontecer desde o surgimento das primeiras redes imobiliárias que visava profissionalizar o setor com mais tecnologias e troca de informações para um crescimento mútuo. E agora, no novo cenário que a sociedade se configura, é necessário aprender, adquirir novos hábitos e se relacionar como mercado (pares, investidores, clientes, etc.) de forma diferente. O mundo mudou, o processo de consumo também e quem ficar à margem das mudanças, dificilmente sobreviverá.

Enfim, quando mudamos e avaliamos constantemente o caminho percorrido, percebemos os avanços e adequamos as fragilidades. Mas é preciso começar, se abrir para o novo e avançar na crença de superar e se fortalecer nos negócios.

Sucesso para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *