blog-02

5 coisas que a sua imobiliária precisa fazer para atrair a geração Z

Seja como clientes ou como colaboradores da sua imobiliária, a geração Z está aí e merece a sua atenção. Mas, como assim? Fim dos anos 90, 2000 foram ontem mesmo? Quem são, onde vivem e o que consomem a geração Z é o que vamos ver aqui e agora. Pode pá?

Parece que nasceram ontem, mas o tempo passou, para esses “bebês”. Os nascidos na segunda metade da década de 90 até 2010 já estão por aí e mostram a que vêm, sim senhor! De repente, num chacoalhão, percebemos que nosso filho, filho do amigo ou sobrinho que nasceu em 2000 já está com 18tão. Espantoso, mas é isso. Essa galerinha que até ontem assistia Shrek, A Nova Onda do Imperador, Digimon e As Meninas Superpoderosas já está com o título eleitoral, reservista e carta de motorista nas mãos. Já prestaram ou estão prestando agora o Enem e vão movimentar o mercado imobiliário em 2019 em novas moradias como universitários. Quem são eles? Como entendê-los e atendê-los melhor? Vamos conhecer, pois essa turminha pode ser seu novo cliente!

Para quem, ainda não conhece a expressão Geração Z, são as pessoas que nasceram entre a metade dos anos 90 e na década de 2000. O que eles têm de especial? Eles são a primeira geração conhecida como nativos digitais.

Portanto se quiser atrair a sua atenção e saber para onde eles estão “olhando”, conheça 5 fatos sobre eles:

0001.fw

Detestam lentidão, algo que trava, que breque. Site lento, eles abandonam; se há um pequeno atrito na interação com a tecnologia, eles passam para a próxima. Lembre-se, “geração Z”, zapeando!

Portanto as marcas que visam atrair o público Z, devem contar com uma experiencia mobile excepcional. Isso para clientes e colaboradores. Afinal, eles se orgulham em trabalhar em organizações inovadoras e com tecnologia de ponta.

 

0002.fw

Como nativos digitais, eles cresceram numa economia ditada pelos influenciadores digitais. Aliás ser um deles faz tanto sentido quanto ir à faculdade e se diplomar. É a primeira geração que entendeu ao pé da letra o significado de ter uma marca pessoal online, seguindo e admirando youtubers e blogueiros. Vale lembrar que o espírito empreendedor desses profissionais digitais é o que mais encanta a geração Z. Por isso são convencidos pelo valor de um produto ou serviço e não meramente por um anúncio. Assim fica fácil desenvolver conteúdos que os atraiam.

 

0003.fw

A geração Z é movida por desafios e ideais sociais: 76% afirmam estar preocupados com o meio ambiente e desigualdades sociais. Admiram organizações que se posicionam como socialmente responsáveis e querem fazer parte delas e construir ao seu lado a sua própria história.

 

0004.fw

Sim, lojas físicas estão lutando para competir a atenção do público Z com as gigantes Amazon, Alibaba e Rakuten. Se no varejo, o sucesso de compras online é estrondoso, a busca por imóveis na web também o é. Assim, se você já investiu em um bom site, responsivo e com uma ótima experiência de usabilidade; parabéns, o caminho é esse!

0005.fw

Atenção a estes dados: 32% da Geração Z assiste a vídeos online por uma hora ou mais, por dia. 30% assistindo a duas horas de vídeo e 21% assistindo três horas. Haja vídeos, hein!

Se a sua imobiliária não está mirando para essa direção, a sua marca dificilmente vai ressoar com o consumidor mais jovem, tampouco para os novos talentos. Uma coisa é certa: a geração Z se frustra num ambiente de trabalho que não envolve as novas mídias. A empresa que entender a diferença entre um vídeo de anúncio e um que traga algo de valor para o cliente ou novo colaborador, vai sair na frente.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *